terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Lançamento do livro "Muito Além dos Videogames - Memórias de um jogador"

Após uma pré-venda encerrada no dia 5 de dezembro, pela graça de Deus e o apoio de 53 compradores, consegui publicar meu quarto livro, desta vez uma obra relacionada aos videogames clássicos e as memórias ligadas a eles.

Com 131 páginas de conteúdo, sendo cinco com fotos coloridas e uma com uma ilustração que fiz, formato 16x23, prefácio de Ítalo Chianca, o maior autor de crônicas gamers do Brasil, e revisão de Erika Souza, o livro conta com vinte e quatro (24) crônicas nostálgicas envolvendo os videogames antigos, desde os primeiros contatos com o Atari nos anos 80, até as despedidas na época do Playstation 2, focando mais nas gerações de 8 e 16 bits, com as locadoras, as disputas acirradas com os amigos, as aventuras nos fliperamas, as férias com os primos, dentre muitos outros acontecimentos divertidos e especiais, semelhantes ao da maioria dos brasileiros de minha faixa etária que cresceram jogando videogames.

No fim possui um artigo sobre a relação entre os videogames, a arte e a fé cristã e uma mensagem minha aos leitores e jogadores.

Já foram vendidos 110 exemplares e enviados para leitores de várias cidades de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Mato Grosso, Goiás, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e até da Bélgica.
ao lado do Super Nintendo
Junto do Mega Drive

O livro foi selecionado para participar da X-CON, uma feira geek cristã que acontece na cidade de Valinhos e vem recebendo boas críticas dos leitores.



No vídeo acima dou mais detalhes sobre o livro que pode ser adquirido diretamente comigo pelo valor de R$30,00 mais o frete de R$ 8,00 para qualquer lugar do Brasil ou no formato digital pelo Amazon por R$ 5,99, basta clicar no link abaixo que será direcionado.
                                                               


com o GPD e a case do Mario
com o Jiban
Agradeço a Deus, a minha família e aos amigos que apoiaram este projeto e espero que
o livro traga muita diversão e boas lembranças aos leitores e, acima de tudo, glorifique a Deus apontando para Seu filho Jesus.







Meus quatro livros reunidos
Deus seja louvado!
Luiz Miguel
(mais fotos do livro abaixo)





 










Feliz 2019 - Virada de ano na Igreja Batista Nova Esperança - Piumhi-MG

Quase um mês após a virada do ano, venho aqui desejar um feliz 2019 para nossos leitores. Sabendo que Jesus Cristo, nosso Salvador, deve ser o foco de nossa vida neste novo ano que temos pela frente.

Logo no dia primeira saímos de viagem para Monte Mor/SP, Curitiba/PR, Caçapva/SP e São José dos Campos/SP, retornando no dia 18 e, devido a correria em casa e na igreja para colocar as coisas em ordem, não tive como atualizar o blog. Mas agora, vamos lá!

Graças ao bondoso Deus tivemos uma virada de ano muito especial, abençoada mesmo na presença Dele e na comunhão com os queridos irmãos da Igreja Batista Nova Esperança. Nem todos puderam participar devido a compromissos familiares ou viagens, mas, ainda assim, reunimos um bom grupo.

Realizamos um culto de ação de graças, no qual pudemos, publicamente, agradecer a Deus por Sua Graça, Misericórdia e Amor demonstrado a nós em cada dia de 2018, bem como por situações específicas. No caso de nossa família, agradecemos a Deus pelo livramento do acidente automobilístico que sofremos em novembro.


Louvamos ao Senhor com hinos, meditamos em Sua Santa Palavra, assistimos um vídeo com a retrospectiva do ano e, por fim, tivemos uma ceia diferente: Pizza. Muita pizza!

Cada irmão ou família trouxe os ingredientes e fizemos pizas nos sabores mais variados possíveis e ficou uma delícia. Até as crianças participaram da festa montando as pizzas.

Que noite especial! Louvamos a Deus por ter nos proporcionado o privilégio de ter terminado 2018 e começado 2019 em Sua presença.

Nossa igreja tem sido abençoada pelo Senhor e tem sido maravilhoso fazer parte dela. 
Este ano, temos muitos desafios pela frente e oramos para que o Senhor nos capacite a glorificá-lo em tudo e levar o evangelho aos perdidos.



Deus abençoe a todos e, mesmo com um mês de atraso: Feliz ano novo, com Jesus e por Jesus!
Pr.Luiz Miguel 


                                                            Mais fotos abaixo:
              









terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Feliz Natal 2018 com Jesus e por Jesus!

Desejo a todos os leitores do blog, e a todos que nos apoiam em oração, um Feliz Natal na presença do aniversariante, nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, sem o qual, nem o Natal, nem outra data qualquer, tem qualquer sentido. 

                      Deixo aqui uma bela poesia, escrita pela autora e amiga Elma Sales Morais no livro                             "Frutos de Oração - Poesia e Reflexões":


Natal

Tão forte a lembrança de quem não vimos nascer
Apenas ouvimos e Deus nos fez crer
Em um menino humilde que nasceu em Belém
Um dia, uma hora, não revelado a ninguém
No livro da vida ditado foi sua história
Sábio, santo e cheio de glória
Menino, criança, mas sempre Senhor
Pois aos mestres e doutores Ele ensinou.
Os dias passavam e a criança crescia
As palavras do Pai, nunca esquecia
Satisfeito, seguia o seu caminho
Tratando o outro com sublime carinho
Celebrar o Natal é de Cristo lembrar.
Viver sua Palavra e a Ele honrar
Não dá sua glória para outrem
Ele ó o único homem que fez o bem.
O que adianta a mesa tão farta
Se a alma geme e vive largada?
De que adianta presentes de valor
Se não conhecem o preço do amor?
Um Natal com um bom velhinho
Com um menino de barro em um bercinho
Com o outro a olhar na janela faminto
Enquanto uns se regalam em seus labirintos.
Natal não é um dia de carnaval
Natal é amar a Deus imortal
E buscar a Jesus em Espírito e verdade
Esse é o Natal de autenticidade."

"Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor." Lucas 2.11




segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Culto de Natal 2018


No último domingo, dia 16, celebramos nosso culto de Natal, lembrando do nascimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e louvando a Deus por tão grande salvação que nos concedeu por Sua graça.

Com vinte e oito pessoas presentes, sendo três visitantes pela primeira vez, cantamos diversos hinos referentes ao nascimento de Cristo, fizemos as leituras bíblicas das passagens relacionadas, agradecemos a Deus por ter nos dado Seu único filho, ouvimos o coral da igreja, bem como as crianças da mesma, louvarem ao Senhor com belos cânticos, ouvimos a mensagem da Palavra de Deus em Lucas 1.67-79 sobre o cântico de Zacarias e, por fim, concluímos nosso tempo com uma deliciosa e refrescante confraternização, compartilhando vários potes de sorvete.

Agradecemos a Deus por esta oportunidade tão especial que os concedeu e, apesar da ausência de alguns irmãos queridos, tivemos  uma noite edificante para a glória de Deus.

Realmente, é maravilhoso conhecer a Jesus como Salvador, servi-lo com nossas vidas e compreender o verdadeiro sentido do Natal, comemorando-o da maneira correta.

Deus seja louvado e um feliz Natal para todos!
Luiz Miguel  



domingo, 9 de dezembro de 2018

Sonhos Realizados! - Mais uma lição de Maria Slessor

Dias atrás conclui a leitura de dois livros sobre a missionária Maria Slessor, sobre quem já escrevi anteriormente neste post: Uma Lição de Maria Slessor às Feministas (e à todos nós)!

Fui muito desafiado pela vida e testemunho desta irmã em Cristo que dedicou sua via a pregar o evangelho de Cristo aos povos de Calabar (Nigéria-África) e, na ocasião de sua morte, deixou um legado inimaginável até que foi lá e, pela graça de Deus, fez grandes coisas. Alguns dos parágrafos finais, do livro "A Rainha Branca de Okoyong",  escrito por W. P. Livingstone, se destacaram dentre os demais, valendo para a obra missionária ou para qualquer área da vida, os quais transcrevo a partir de agora:

"Era uma personalidade difícil de explicar em muitos sentidos. Certo amigo seu disse que era 'um furacão, um terremoto, um fogo e uma brisa aprazível e delicada - tudo ao mesmo tempo'. 
As crianças devem lembrar-se que ela foi, desde a sua infância, uma sonhadora de sonhos. Não daqueles sonhos que se dissipam e são esquecidos, mas daqueles outros sonhos que costumamos chamar de ideais, sonhos que encerram um propósito de acabar com o que é mau e feio e fazer deste mundo um lugar ditoso. 
Muitas moças e rapazes têm seus sonhos, mas estes são como as nuvens que vagam pelo céu em dia de verão e que se evaporam. Maria Slessor nunca teria chegado a fazer coisa alguma de proveito se se tivesse contentado em imaginar seus sonhos.
O rapaz que apenas deseja ser um bom jogador de bola ou um bom nadador nunca chegará a ser tal coisa. A menina que se contenta só em pensar em um prêmio nunca o ganhará. O artista que apenas sonhe com uma linda estátua ou com um belo quandro nunca os verá realizados. Temos que arregaçar as mangas e trabalhar para que o sonho se transforme em uma coisa sólida e real.
Isto foi o que fez a 'rainha branca'. Seus sonhos se realizaram porque trabalhou firme e orou firme, e amou realmente, e também riu muito, porque fé, paciência, trabalho, simpatia e bom humor, tudo isto é necessário para se obter êxito."

Que Deus nos ajude a sonhar como Maria Slessor, a sonhar para Sua glória e dedicar nossa vida para que estes sonhos se realizem, igrejas sejam fundadas, vidas transformadas, o evangelho pregado e o nome de nosso Senhor e Salvador Jesus conhecido.

Deus seja louvado!
Luiz Miguel




quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Pré-Venda do livro: "Muito Além dos Videogames - Memórias de um jogador"

Após o acidente de sábado, no qual nossa família quase perdeu a vida, decidi antecipar o lançamento de meu novo livro, pois desejo compartilhar estas histórias enquanto estamos vivos, depois não adianta mais... Então, vamos lá!
"Trata-se de um coletânea de vinte e quatro crônicas da infância, adolescência e juventude relacionadas aos videogames, um artigo sobre a relação entre os videogames, a arte e a fé cristã e uma mensagem minha aos leitores. Histórias curiosas, engraçadas e emocionantes, cheias de amigos e familiares ao redor dos consoles antigos. Se você cresceu jogando Atari, Master System, Nintendinho, Super Nintendo, Mega Drive, Playstation ou Nintendo 64, se gastava bastante tempo nas antigas locadoras de jogos, se ia nos fliperamas escondido da mãe, se brincou com personagens como Pac-Man, Super Mario, Sonic, Crash ou Donkey Kong, e se divertiu demais jogando torneios de International Superstar Soccer, Campeonato Brasileiro e Top Gear, este livro é para você. Esta obra que tem o prefácio de Ítalo Chianca, o maior autor de crônicas gamers do Brasil, cujos livros serviram-me de inspiração, é um livro de memórias mais do que especiais, páginas cheias de nostalgia e lembranças maravilhosas, uma verdadeira celebração da família e da amizade, algo que, com toda certeza, como você, em breve poderá conferir, irá muito além dos videogames. "

Quem adquirir na pré-venda terá seu nome incluído na página de agradecimentos especiais por ordem de aquisição e receberá o livro em primeira mão com dedicatória. O formato será 16x23, contará com, aproximadamente, 130 páginas e, talvez, ilustrações antes de cada capítulo. O Valor, com frete incluso é de R$ 38,00 por depósito ou transferência. A pré-venda vai até dia 5 de dezembro de 2018.


Conta para depósito:
Bradesco - Ag 1956 - Conta Poupança 0510408 dígito 4 - Debora Barbosa da Silva Gianeli

Todos que estão marcados aqui são citados no livro de modo muito especial. Portanto, conto com vocês para a realização deste sonho.
Debora Barbosa Da Silva Gianeli, Maria De Fatima Souza, Giuliano GianeliDébora Gianeli, Luiz Carlos Gianeli, Fernando Souza, André Gianelli, JoséCarlos Gianelli, André Luiz Dos Santos Souza, Juca Ricardo Ana, Jefferson Vieira, Jefferson Quevedo Soares, Ruben Barbosa, Daniel Scarpeli, Davson Gonçalves, Denis Gonçalves, Wil Schmaltz, Saulo Ju Moura, Wagner Martineli,Jefferson Toshimitsu Umetsubo, Diogo Lima, Thiago Rose Ferreira, Walter Hegeberg, William Hegenberg, Henrique Hegenberg, Lucas Klein, AndersonDébora Seraphim, Wesley R Silva, Carlos Roberto, Douglas Hofmann Tosetto,Guilherme Bassetto, Bruno Bassetto, Adileis Brito, Anderson Cata Prêta,Francisco Almeida, Rodrigo da SilvaRobson Rodrigues PereiraJacir KleinJoão PauloPedro CamposJuliano Ribas e Ítalo Chianca , Lucas Silva, Ricardo Araújo, Leiliane Anderson Bezerra, Eduardo Bob, Gonzaga Junior, Rodinele Beti AndradeReginaldo Amaro, Fabio Divino, Daniel Levita, Mauricio P Silva, Max Demian Brito Borges, Marcus Vinicius Garrett Chiado, Jogo Véio, WarpZoneComunidade Mega Drive, GPD XD Brasil, VideoGame Sem frescura! , World Games Caçapava

Observação: A capa ainda é provisória.

Deus seja louvado!
Luiz Miguel




quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Uma Lição de Maria Slessor às Feministas (e à todos nós)!


Mary Mitchell Slessor, ou Maria Slessor, como a conhecemos, foi uma missionária escocesa que trabalhou na Nigéria, mais especificamente numa região chamada Calabar que, de 1876 a 1915, ano da sua morte.

Aos 27 anos de idade soube do falecimento de David Livingstone, famosos missionário e explorador e decidiu seguir seus passos, entregando-se ao Senhor como missionária no ano seguinte.

Com muita fé, coragem e forte personalidade, enfrentou os nativos e suas superstições, sendo aceita e amada por eles. "Ma branca", como era conhecida, levou o evangelho e a Palavra de Deus à várias tribos africanas, sempre demonstrando amor, cuidando dos nativos e levando-os à Cristo Jesus.

Ouvi esta história anos atrás, quando servíamos em Vargem Bonita. Minha esposa Débora a contou no Clube Bíblico que realizávamos todos os sábados para as crianças da igreja e da cidade. Desde então, ficou em meu coração.

No momento, estou desfrutando da oportunidade de contar sua linda história em duas escolas públicas aqui em Piumhi, além de ler um pequeno livro que ganhei da editora Edições Cristãs, intitulado: "A Rainha Branca de Okoyong" de W.P. Livingstone. Tem sido uma bênção em minha vida.

Ao considerar a vida desta mulher do passado, diante da onda feminista em que vive o nosso país, e o mundo ocidental, de modo geral, é impossível não refletir sobre a diferença de vida e propósito. Maria Slessor era, de fato, uma feminista, pois se esforçava e se sacrificava para ajudar as mulheres africanas, enfrentava seus cruéis maridos, lutou contra as rígidas e absurdas leis que impunham sobre elas, colocava-se entre elas e as chicotadas dos homens, lutava para que não escravizassem as mulheres, para que não se casassem com elas sendo ainda adolescentes, além de salvar da morte os bebês gêmeos que eram abandonados nas selvas, mortos ou jogados aos animais selvagens, por serem considerados amaldiçoados. Ela mesma adotou vários deles, sustentava-os em suas tendas e sacrificava-se para alimentá--los e mantê-los em segurança. Além disso, ensinava as mulheres a costurar, fazer artesanatos, as crianças a ler e escrever e cuidava dos doentes da forma que podia.

Hoje, aquelas que dizem lutar pelos direitos das mulheres urinam e defecam nas ruas, fazem protestos nuas ou seminuas diante de crianças, escrevem "textão" nas redes sociais e apoiam o aborto. Que tristeza, que vazio, quanta inutilidade...

Se as feministas realmente querem ajudar as mulheres, por que não vão até elas e demonstram amor e cuidado? Porque não se esforçam e se sacrificam para ajudar mulheres carentes, pobres e doentes? Porque não vão para as aldeias e tribos do Brasil e do mundo dar o apoio e assistência de que precisam? Porque não vão aos países muçulmanos lutar pela liberdade e direitos iguais? Maria Slessor, uma cristã protestante da Escócia, assim como tantas outras missionárias evangélicas e católicas o fizeram, e ainda fazem, por todo o mundo. Isso sim é amor, isso sim é coragem, isso sim tem valor. O que vemos por aqui não passa de egoísmo, pirraça e falta de propósito na vida.

Contudo, o desafio vale para todos nós cristãos: O que temos feito pelos perdidos? O que temos feito pelos que sofrem? O que temos feito pelos ainda não alcançados? O que temos feito para substituir os missionários feridos no campo, como o pastor Charles Wesco que, dias atrás, foi assassinado em Camarões, deixando a esposa, oito filhos e o trabalho missionário recém iniciado?  Como Maria Slessor, temos amado? Temos nos sacrificado? Temos ido até eles? Temos agido com abnegação e coragem? Temos imitado a Paulo e a Jesus? Fica o alerta.

Louvo a Deus por estes missionários do passado e do presente que refletem o caráter, o amor e a glória de Cristo, espalhando seu perfume e sua luz neste mundo podre e cheio de trevas. Ensinar sobre eles tem sido um desafio e bênção para mim. Um alerta de que não posso parar, mas continuar, melhorar, avançar e fazer missões custe o que custar, até a morte ou até a volta de Jesus Cristo.

Que Deus tenha misericórdia de nós...
Luiz Miguel 
     
* Se quiser saber mais sobre Maria Slessor adquira os livros da foto acima ou acesse sua biografia na Wikipedia: Maria Slessor. Infelizmente ainda possuímos pouco material sobre sua vida em língua portuguesa.